Sespa registra mais de 800 casos suspeitos de dengue no Pará

Sespa registra mais de 800 casos suspeitos de dengue no Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou na última sexta-feira (14) o 2º informe epidemiológico sobre a situação da dengue no Pará. Os dados apontam que neste início de 2014 foram notificados 868 casos suspeitos de dengue, sendo 124 deles confirmados: 120 de dengue clássica, três de dengue com complicação e um de febre hemorrágica da dengue. A doença não fez nenhuma vítima fatal.

Os municípios com maior número de casos notificados são Parauapebas (295), Belém (129), Marabá (119), Marituba (49), Ananindeua (32) e Tucuruí (28). A maioria dos casos confirmados está em Parauapebas (51), Belém (22), Marabá (7) e São Félix do Xingu (13).

Segundo a coordenação do Programa Estadual de Controle de Dengue, o informe epidemiológico está sendo divulgado ainda com a classificação antiga. O prazo para a atualização do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan Online), previsto para o dia 28 de fevereiro, será prorrogado devido a problemas diagnosticados pelos perfis de acesso dos níveis municipais, em que muitos registros se encontram desabilitados para a edição.

Prevenção
Devido ao período de chuvas, intenso na primeira metade do ano na Amazônia, o risco de contrair dengue aumenta. Por isso, a Sespa alerta a população sobre os cuidados necessários para prevenir a doença, como a retirada de objetos que possam acumular água nos quintais, de folhas e outros materiais, além da limpeza de calhas, para evitar água parada e impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Mais informações sobre dengue são fornecidas pelas secretarias municipais de Saúde de Ananindeua – (91) 3073-2220; Marabá (94) 3324-4904; Marituba (91) 3256-8395; Santarém (94) 3524-3555, e Tucuruí (94) 3778-8378. Em Belém, além do telefone (91) 3277-2485, estão disponíveis os telefones dos distritos administrativos da Prefeitura: Daben (3297-3275), Daent (3276-6371), Dagua (3274-1691), Daico (3297-7059), Damos (3771-3344), Daout (3267-2859), Dasac (3244-0271) e Dabel (3277-2485).

 

 

Matéria G1 15/03/2014